Skip to content

Dor Cervical: por que é tão comum e afeta milhares de pessoas?

Dor Cervical | Dr. Davi Bellan

A dor cervical, também conhecida como dor no pescoço, é um problema comum que afeta pessoas de todas as idades, e pode ser resultado de várias causas, como tensão muscular, lesões e problemas na coluna vertebral. Neste artigo, abordarei as suas principais causas, como é realizado o diagnóstico, a importância do bloqueio diagnóstico e as opções de tratamento disponíveis.

Causas da dor cervical

A dor cervical pode ter várias causas, incluindo:

  • Tensão muscular: Má postura, estresse e atividades que sobrecarregam o pescoço, como trabalhar em frente a um computador com telas baixas, situação onde o paciente precisa olhar para baixo por longos períodos, podem causar tensão nos músculos do pescoço e levar à dor cervical.
  • Lesões: Acidentes, como colisões de veículos ou quedas, podem causar lesões no pescoço, como entorses, distensões e fraturas.
  • Desgaste das articulações: O envelhecimento pode levar ao desgaste natural das articulações do pescoço, causando dor cervical. Esse desgaste é conhecido com uncoartrose e aparece nos exames de ressonância magnética. A má postura, em especial associada a telas “baixas”, como laptops e celulares, e que fazem o paciente olhar para baixo por longos períodos,  pode acelerar esse processo. Atividades que envolvem trepidação, como cavalgar, também podem contribuir.
  • Doenças da coluna vertebral: Problemas na coluna, como hérnias de disco, espondilose cervical e estenose espinhal, podem causar compressão dos nervos e resultar em dor no pescoço.
Dor Cervical: Causas | Dr. Davi Bellan
Algumas causas da Dor Cervical (Imagem editada: Very Well Health)

Como é feito o diagnóstico da dor cervical?

O diagnóstico começa com uma avaliado dos sintomas, o histórico clínico e um exame físico criterioso. Durante o exame físico, pode-se verificar a mobilidade, a força e a sensibilidade do pescoço.

Exames de imagem, como raio-X, tomografia computadorizada (TC) e ressonância magnética (RM), também podem ser solicitados para ajudar a identificar a causa da dor cervical. Em alguns casos, exames adicionais, como eletromiografia e estudos de condução nervosa, podem ser realizados para avaliar a função dos nervos e músculos.

Como é o seu tratamento?

O tratamento da dor cervical varia de acordo com a causa e a gravidade dos sintomas. Algumas opções de tratamento incluem:

  • Medicação: Analgésicos, anti-inflamatórios e relaxantes musculares podem ser prescritos para aliviar a dor e a inflamação.
  • Fisioterapia: A fisioterapia pode ajudar a melhorar a mobilidade, a força e a flexibilidade do pescoço, além de ensinar técnicas de postura e ergonomia para prevenir futuras dores. Exercícios de alongamento, fortalecimento e terapia manual, podem ser utilizados como parte do tratamento fisioterapêutico.
  • Terapia com compressa quente ou fria: A aplicação de compressas quentes ou frias no pescoço pode ajudar a aliviar a dor e a inflamação. O calor pode relaxar os músculos tensos, enquanto o frio pode reduzir o inchaço e a inflamação.
  • Acupuntura: A acupuntura é uma técnica da medicina tradicional chinesa que pode ser eficaz no tratamento da dor cervical. Ela envolve a inserção de agulhas finas em pontos específicos do corpo para estimular a liberação de substâncias químicas que ajudam a controlar a dor.
  • Tração cervical: A tração cervical é uma técnica que utiliza uma força suave para alongar e aliviar a pressão nos nervos e articulações do pescoço. Pode ser realizada manualmente por um profissional de saúde ou com a ajuda de dispositivos de tração mecânica. Essa técnica envolve riscos e deve ser individualizada pra cada caso, não sendo recomendado para qualquer paciente ou situação.

Procedimento intervencionista para o tratamento da dor cervical

Uma vez identificada a causa da dor cervical, pode-se realizar a infiltração ou bloqueio da coluna cervical. Esse procedimento envolve a injeção de medicamentos, como anestésicos locais e corticosteroides, diretamente na área afetada da coluna cervical ou o uso da radiofrequência nos nervos sensitivos para bloquear a condução da dor até o cérebro, permitindo que a dor melhore e o paciente possa voltar as suas atividades

O procedimento de infiltração ou bloqueio da coluna cervical, costuma ser realizado em ambiente hospitalar, com auxilio de sedação para evitar qualquer desconforto. Uma agulha é guiada cuidadosamente para a área-alvo, utilizando técnicas de imagem, como fluoroscopia ou ultrassonografia, para garantir a precisão da aplicação.

O procedimento geralmente dura de 30 a 40 minutos, e o paciente é monitorado após a sedação por mais uma ou duas horas, até que possa ir para casa no mesmo dia do procedimento.

A infiltração da coluna cervical é uma opção de tratamento para aliviar a dor crônica e a inflamação na região do pescoço e da coluna cervical, muitas vezes evitando uma cirurgia nessa região. Esse procedimento pode oferecer alívio significativo para muitos pacientes, permitindo uma melhora na qualidade de vida e na funcionalidade da coluna cervical.

Este artigo tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top