Skip to content

Dor no Quadril: quais são as principais causas?

Dor no Quadril | Dr. Davi Bellan

O que é a dor no quadril?

A dor no quadril é um sintoma comum que pode ser causado por diversos fatores, desde lesões mecânicas repetitivas ou até por doenças sistêmicas que acometem os quadris.

A articulação do quadril é onde seu osso da coxa (cabeça do fêmur) se conecta à sua bacia. Em resumo, essa articulação é uma das maiores do corpo e é constantemente utilizada, quando caminhamos, corremos, ficamos em pé ou apenas para mantermos o equilíbrio quando estamos parados.

Dor no Quadril | Dr. Davi Bellan
A articulação do quadril é onde o osso da coxa (cabeça do fêmur) se conecta com a bacia. Chamamos essa junção de acetábulo. A cartilagem cobre tanto o acetábulo quanto a cabeça do fêmur.

A dor no quadril pode variar desde um incômodo temporário até um problema mais crônico que requer tratamento. O tipo de dor também pode variar, podendo ser intermitente ou constante.

Por exemplo, você pode sentir dor ao caminhar ou se mover, mas ela melhora quando descansa. Algumas pessoas também experimentam dor em diferentes momentos do dia, podendo sentir mais dor logo pela manhã ao acordar, associada à sensação de rigidez que alivia após alguns minutos ou horas.

É comum também sentir dor à noite, especialmente se você dorme deitado sobre o lado afetado, principalmente nos casos de bursite do quadril.

Quais os tipos mais comuns de dor no quadril?

O local da dor depende da parte da articulação do quadril que está afetada. No entanto, você pode sentir dor nas seguintes regiões:

  • Dores superficiais, em especial na lateral do quadril, (geralmente relacionado a bursites ou tendinites glúteas) é a chamada síndrome trocantérica ou síndrome dolorosa do trocânter maior.
  • Mais profundamente, dentro da articulação do quadril que, a princípio, pode ser uma dor proveniente do impacto entre os ossos do fêmur e da bacia, conhecido como impacto femoro-acetabular, que o paciente percebe na região da virilha.
  • Na região posterior, a dor às vezes pode originar-se no quadril, ao passo que, quando o impacto é mais posterior ou se espalha (irradia) para outras áreas, como a região lombar ou a coxa, muitas vezes também está relacionado a alterações na região sacro-ilíaca.

Quais são as causas da dor no quadril?

A dor no quadril é um sintoma que resulta de diversas situações, lesões no quadril (fraturas, rupturas labrais e luxações), bursites, tendinites e outros problemas estruturais, até doenças sistêmicas que podem levar a inflamação da articulação do quadril.

Doenças que afetam a articulação do quadril e podem causar quadros de artrite incluem, por exemplo, a artrite psoriásica, a espondilite anquilosante e a artrite reumatoide. A osteoartrite, popularmente conhecida como artrose, é outra doença que afeta a articulação do quadril, especialmente lesando a cartilagem articular.

A Bursa, uma bolsa de líquido que reduz o atrito entre os tendões e o osso, também pode ser afetada. Localizada na região trocantérica e iliopectínea, a bursite é o processo inflamatório dessa bursa, geralmente associado ao atrito repetitivo, musculatura fraca dos glúteos ou traumas repetitivos na região.

Quais lesões podem causar dor no quadril?

Qualquer lesão que danifique as partes da articulação do quadril pode causar dor. Lesões no quadril geralmente ocorrem devido a: lesões por esforços repetitivos, lesões esportivas, além de traumas, como quedas ou acidentes automobilísticos.

Podemos citar algumas das lesões que causam dor.

  • distensões musculares no quadril (especialmente distensões dos músculos flexores do quadril)
  • síndrome da banda iliotibial
  • rupturas labrais no quadril
  • fraturas ósseas
  • luxações do quadril

Algumas pessoas desenvolvem condições que afetam a forma de seus quadris, como o impacto femoro-acetabular. O impacto entre os ossos do quadril ao longo dos anos causa desgaste em algumas estruturas, como o lábio acetabular. Esse desgaste pode danificar essas estruturas, causando dor e limitando a amplitude de movimento da articulação.

Como é o tratamento de uma dor no quadril

A avaliação adequada por um ortopedista é fundamental para que se obtenha o diagnóstico correto e um tratamento eficaz para a dor no quadril.

O processo de avaliação começa com o ortopedista coletando detalhadamente as informações fornecidas pelo paciente, dedicando atenção a todas as questões individuais, como hábitos de vida, atividade física e padrões da dor.

Em seguida, o ortopedista realiza um exame físico minucioso em busca das manobras que exacerbam ou aliviam a dor. Quando necessário, solicita exames complementares de imagem, como radiografias, ultrassonografias, tomografias ou ressonância magnética.

Na maioria dos casos, o tratamento após o diagnóstico adequado pode evitar a necessidade de cirurgia.

Tratamento não-cirúrgico

Dentre as modalidades de tratamento para aliviar a dor sem procedimento cirúrgico, destacam-se as ondas de choque, infiltração ou bloqueio analgésico.

São procedimentos minimamente invasivos muito utilizados na ortopedia que, quando bem indicados, proporcionam grande alívio ao paciente. O médico pode injetar corticoides, analgésicos ou ácido hialurônico, dependendo de cada caso.

Tratamento cirúrgico

Em alguns casos, pode ser necessária a indicação de artroscopia do quadril, por exemplo, em pacientes jovens com impacto femoro-acetabular que ainda não desenvolveram artrose grave.

Casos mais graves podem exigir cirurgia ou até mesmo a colocação de prótese de quadril.

Existe alguma alternativa à Prótese de Quadril?

Assista ao vídeo em que o Dr. Davi explica as opções de tratamento que podem ser eficazes para evitar uma cirurgia de grande porte como esta.

Clique aqui e confira outros vídeos no meu canal no Youtube.

Este artigo tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top